post

COMUNICADO ESTADUAL ADULTO 2018

COMUNICADO
Associação Gaúcha de Futebol Feminino (AGFF)
CAMPEONATO GAÚCHO 2018

Como noticiado anteriormente, estamos em fase de transição para as equipes que irão compor a Série A do Campeonato Estadual de Futebol Feminino 2018 que será administrado pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

No dia 16 de Abril às 14h, será realizada uma reunião com dirigentes destas equipes, AGFF e FGF, onde serão repassadas todas as informações a respeito do campeonato.

Novas equipes devem aguardar a referida reunião para informações sobre o Campeonato Estadual Série B. As equipes que demonstrarem interesse em participar, devem enviar email para associacaogaucha01@gmail.com.

Contamos com a compreensão de todos.

Porto Alegre, 09 de Março de 2018.

post

Dia Internacional das Mulheres

“Quando fica restrita às quatro linhas do futebol, temos um pouco de tempo para relembrar pontos importantes, que talvez passem despercebidos no dia a dia. Ver mulheres nos estádios ou nas ruas com a camisa do seu clube já se tornou comum. Mulheres que a cada ano se interessam ainda mais, buscam seu lugar dentro de campo, na arquibancada, comentam os jogos e não têm medo de gritar um palavrão quando a emoção de um gol explode.

Bem, essas mesmas mulheres continuam escutando que o futebol ainda é um esporte masculino. Que, quando crianças, talvez tenham sido privadas de acompanhar partidas em um estádio, porque ali não era o espaço ideal para elas. São as mesmas mulheres que precisam lidar com a ideia do sexo frágil. Com o preconceito em relação as suas escolhas. Com a necessidade de falar diariamente: eu posso estar onde eu quiser e quando quiser.

Assim então fizeram, as jogadoras Marta, Andressinha e a ex-jogadora Duda. Mulheres que hoje representam o poder feminino num esporte que já abre as portas, mas nem tanto assim. Exemplos que alcançam praticamente todos os segmentos do mundo da bola, cada uma no seu estilo, como toda mulher pode e deve ser.

O que todas elas têm em comum? O amor pelo esporte, a vivência de cada dificuldade, a esperança de um futebol mais inclusivo e a dor do preconceito.

Não esqueçamos do assédio, da erotização feminina por parte até mesmo das instituições que regem o esporte. Também não esqueçamos das mulheres que trabalham com arbitragem e lidam com o peso da dúvida e o discurso de incompetência. Aquelas que apenas esperam uma oportunidade de trabalhar com o que desejam, mas que ainda precisam ouvir o não por não se encaixar nos padrões que a sociedade tanto preza. A essência do futebol é a paixão, a lição é nunca titubear quando precisar dar um chutão pra frente.

Mulheres do mundo, desse país apaixonado pelo futebol, expressem seu amor pelo clube. Acompanhem os jogos no estádio, em casa ou no bar. Joguem bola! Vistam a camisa, batam no peito, gritem a cada gol e vivam.

Vivam o prazer de amar o esporte. Porque já não da mais pra ficar apenas na defensiva, quando temos força o suficiente pra atacar. Vão aparecer zagueiros, volantes e até atacantes bloqueando a nossa passagem, mas nunca se esqueçam: nós sempre poderemos achar o nosso espaço dentro do campo pra marcar o gol.

Mulheres de todo o mundo, feliz Dia da Mulher e comemorem com MUITO futebol.

Trechos do Texto de Larissa Emanuelle via Doentes por Futebol